PEELINGS QUÍMICOS

Os peelings químicos são considerados os tratamentos mais versáteis, modernos e práticos das clínicas e consultórios. Com o uso de substâncias químicas esfoliantes deseja-se obter uma destruição controlada de porções da epiderme/derme e com isso, promover subsequentemente sua regeneração. Este tratamento é indolor, porém após a sessão é normal que o paciente relate uma sensação de calor e aumento da sensibilidade local, além de descamação, dependendo do peeling realizado.

 

  • INDICAÇÕES: Com ele é possível retardar o fotoenvelhecimento, atenuar melasmas, efélides, lesões acnéicas, diminuir linhas de expressão, melhorar a textura da pele, diminuir o tamanho de poros, além de hidratar. Existem diversos tipos de peelings, e por isso, pessoas com fototipo elevado também podem realizar alguns tipos de peelings.

  • CONTRAINDICAÇÕES: É contraindicado realizar este procedimento em pessoas com hipersensibilidade, dermatites ativas, grávidas, feridas abertas, pacientes que fazem uso de isotretinoína e pacientes que fizeram depilação a laser ou cera recentemente.

  • FREQUÊNCIA DE TRATAMENTO: A frequência do tratamento depende do tipo de peeling escolhido, porém em média se recomenda uma sessão a cada 15 dias, ou uma por mês.

  • LEMBRE-SE: Para realizar este procedimento o paciente deve estar ciente da importância do uso da proteção solar, já que a pele será sensibilizada e desta forma, mais exposta à agressão solar.



 


 

 
Rua dos Andradas, 1755 - Conjunto 53 - Centro - Porto Alegre RS
© Direitos Reservados à Clínica Dr. Fernando Guimarães